• Os dois deputados federais sorocabanos almoçaram com candidato do PMDB à presidência da Câmara. Mas um deles, por fidelidade partidária, não deveria ter ido

    Enviado em: 27/01/2015 18:34h - Por: Deda

     

    O polêmico deputado federal pelo Estado do Rio de Janeiro, Eduardo Cunha, favorito na eleição para presidente da Câmara, almoçou com a bancada do PSDB na última segunda-feira em São Paulo. Vitor Lippi participou, mas não deu nenhum pronunciamento sobre o que foi tratado lá. Coube ao próprio Cunha dizer que expôs suas propostas e pediu votos à bancada tucana. Queria uma foto, mas a assessoria do deputado me informou que não teve acesso ao encontro. Por isso, publico aqui a foto da assessoria de Cunha, onde não há nem sinal de Lippi, apenas de líderes como Carlos Sampaio e Bruno Covas. 
    Cunha tem argumentado aos tucanos, e seduzido muitos deles, sobre a derrota que deseja impôr ao PT nessa eleição de presidente da Câmara. Coube a FHC e ao senador paulista José Serra, fundadores do PSDB, chamar a atenção da bancada para não levar a legenda tanto à direita e que é hora de honrar os votos prometidos a Júlio Delgado (PSB-MG). Serra, inclusive, teria dito que é um "absurdo o partido priorizar a derrota do PT ao que é melhor para o país". Ou seja, é absurdo os tucanos jogarem fora sua história, votando em um candidato com o histórico de Cunha, somente para derrotar um adversário. É para se pensar.
    Bom, quanto ao outro parlamentar sorocabano, o pastor Jefferson, também coube a Cunha informar o que aconteceu. Ele almoçou com deputados do ‎DEM‬, ‎SD‬, ‎PRB‬ e ‪‎PTN‬ e ai fica a pergunta: O que o deputado Jefferson Campos, que é do PSD estava fazendo neste almoço? A pergunta cabe, afinal Kassab, ministro das Cidades, já declarou que a bancada toda do PSD vota em Arlindo Chinaglia.
    Para esclarecer, o voto é secreto.

    Ver comentário

    Envie um comentário

    Gostariamos muito de ouví-lo.Sinta-se a vontade para escrever sua opinião sobre esse assunto.

    Comentários
  • Gestor da Santa Casa de Sorocaba pede para prestar contas de um ano de requisição do hospital e pronto socorro e vereadores vão recebê-lo em audiência

    Enviado em: 27/01/2015 18:31h - Por: Deda



    O médico Francisco Antônio Fernandes, gestor da Santa Casa de Sorocaba há um ano, desde que a Prefeitura fez a requisção do hospital e pronto socorro, se antecipou a qualquer convocação que partisse de algum vereador e teve a iniciativa de pedir uma audiência para expor ao Legislativo sorocabano a prestação de contas de um ano de requisição do hospital e pronto socorro da Santa Casa de Misericórdia de Sorocaba, que está sob a gestão da Prefeitura. O ofício foi encaminhado ao presidente da Casa, vereador Cláudio Sorocaba I (PR), mas a sessão será presidida pelo vereador Izídio de Brito (PT), presidente da comissão permanente de Saúde Pública da Câmara. A audiência será nesta quarta-feira (28/1/15), a partir das 9h, e é aberta a participação de qualquer cidadão.
    Em virtude da crise no atendimento médico da Santa Casa, o prefeito Antonio Carlos Pannunzio, em 17 de janeiro de 2014, requisitou os bens e serviços da instituição para prestar serviços exclusivamente aos pacientes do SUS, nomeando o médico nefrologista Francisco Fernandes para assumir a gestão do hospital.

    Ver comentário

    Envie um comentário

    Gostariamos muito de ouví-lo.Sinta-se a vontade para escrever sua opinião sobre esse assunto.

    Comentários
  • Prefeito decide pôr fim na dupla governança do Parque Tecnológico de Sorocaba e presidente será superior hierárquico do responsável pela Inova. A questão, agora, é saber quem assume esse comando. Já são três indicações para o cargo da agência de fomento. Mas estou apostando que haverá surpresa

    Enviado em: 26/01/2015 16:54h - Por: Deda



    Agliberto Chagas comanda a Inova, agência pública de fomento, cujo o cargo é de livre nomeação do prefeito e trouxe a Sorocaba toda sua experiência do Parque Tecnológico de São José dos Campos. Desde que o prefeito Pannunzio assumiu ele se mantém no cargo enquanto o Parque Tecnológico está em seu terceiro presidente no mesmo período. Começou com o ex-prefeito (agora eleito deputado federal) Vitor Lippi. Teve a ida de Anésio de Lima que deixou a secretaria Jurídica da Prefeitura para assumir o Parque e desde a saída de Anésio, que voltou a sua função de concursado como procurador municipal, é interinamente comandada pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Almeida. O que Pannunzio entendeu é que essa dupla governança não funciona e decidiu que o presidente do Parque terá ascensão hierárquica sobre o presidente da Inova.
    Até a semana passada, quando entrou em férias e retorna a trabalhar amanhã, Agliberto Chagas era tido como o nome certo para assumir o Parque. E começaram as especulações sobre quem seria o diretor da Inova. O vice-diretor da regional de Sorocaba do Ciesp, Erly Domingues de Syllos, que é presidente do conselho do Parque, quer que o prefeito Pannunzio escolha Celso Pelosi (ex-diretor da TV Tem e atual assessor do vereador Hélio Godoy na Câmara de Sorocaba) para o cargo. Agliberto, por sua vez, tem preferência por Maurício Campanatti (ex-braço direito de Jussara Carvalho na Secretaria do Meio Ambiente, candidato a vereador derrotado em 2012 pelo PV e desde que Agliberto assumiu a Inova é o seu principal assessor). Por fora, o secretário de Finanças da Prefeitura de Sorocaba, Aurílio Caiado, gostaria que o prefeito escolhesse para o cargo o seu assessor João Esquerdo, membro do Núcleo de Jovens Empresários do Ciesp e tido como ótimo gestor público por sua passagem pela Prefeitura de Porto Feliz.
    Mas... O que ouço é que poderá haver surpresa em tudo isso com a nomeação de um profissional com larga experiência em Parque Tecnológico fora do Brasil e que nunca esteve em cargo público. Se isso ocorrer, mesmo, haverá uma nova disputa pela indicação de quem vai para a Inova.

    Ver comentário

    Envie um comentário

    Gostariamos muito de ouví-lo.Sinta-se a vontade para escrever sua opinião sobre esse assunto.

    Comentários
  • Perito contábil de fora de Sorocaba é convocado por delegado seccional para dar parecer nas auditorias da Santa Casa, tanto a contratada pela prefeitura e que viu problemas na gestão da irmandade quanto na de defesa feito pelo provedor

    Enviado em: 26/01/2015 16:51h - Por: Deda



    Há quem entenda que está demorando muito para se apontar o culpado pelos problemas da Santa Casa de Sorocaba. É o caso do ouvinte Estevam que ligou na rádio Ipanema hoje cedo, durante O Deda Questão, para perguntar se estaria havendo algum acobertamento para se evitar punir os culpados. O delegado seccional, Marcelo Carriel (foto), me explicou que o inquérito está em curso dentro do que determina a lei. Foram ouvidas mais de meia dúzia de envolvidos com a maioria confirmando as acusações contra o provedor da Santa Casa. E que a partir do momento em que ele recebeu duas auditorias decidiu levar os documentos para a perícia contábil da Polícia Civil, cargo ocupado por agente concursado. É um profissional sem ligação com Sorocaba, portanto afastado de qualquer paixão ou amizade com os envolvidos. Não é possível estipular um prazo para o fim dessa perícia até que todos os documentos estejam nas mãos do perito. O sorocabano está impaciente e isso é plenamente justificável, afinal é um escândalo, há a acusação de que muito dinheiro público (da ordem de R$ 50 milhões) precisa ter sem fim explicado.

    Ver comentário

    Envie um comentário

    Gostariamos muito de ouví-lo.Sinta-se a vontade para escrever sua opinião sobre esse assunto.

    Comentários
  • PT articula a volta de senador do PSOL para o partido. Mesma lógica é aplicada em Sorocaba para deputado estadual. Mas poucos acreditam nisso

    Enviado em: 26/01/2015 16:49h - Por: Deda



    Se ouve de tudo um pouco sobre a crise que abateu o PT desde a eleição de outubro passado. Uma das coisas que se ouve nos bastidores é que com o apoio de Lula, petistas articulam a volta de Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) à sigla. Dirigentes acham que o senador traria bagagem “ética e jovem” ao PT. As conversas são promissoras, segundo petistas. Claro que esta sondagem a um ex-membro do PT no senado replica em todas as cidades onde lideranças hoje no Psol poderiam ajudar na recuperação do PT. E aqui não é diferente. Raul Marcelo (que foi eleito aos 19 anos de idade vereador em Sorocaba pelo PT) que assume como deputado estadual para seu segundo mandato em março é um dos que seriam buscados pelo PT. No caso dele, a mudança de partido acarretaria a perda do mandato de deputado. Só isso, na avaliação de petistas, estaria impedindo que Raul Marcelo fosse chamado para retornar às origens. Na foto em pé, ao lado de Ivan Valente, Randolpe discursa em Sorocaba na campanha passada que elegeu Raul Marcelo (à esquerda na foto).

    Ver comentário

    Envie um comentário

    Gostariamos muito de ouví-lo.Sinta-se a vontade para escrever sua opinião sobre esse assunto.

    Comentários
  • Secretário de Governo da Prefeitura de Sorocaba afirma que defesa de provedor da Santa Casa é sem consistência pois não rebate pontos técnicos apontados pela auditoria que apontou os problemas de gestão da irmandade

    Enviado em: 23/01/2015 17:41h - Por: Deda



    João Leandro da Costa Filho, secretário de Governo da Prefeitura de Sorocaba, entrou ao vivo, pelo telefone, hoje no programa O Deda Questão da rádio Ipanema (FM 91,1Mhz) para falar da visão da prefeitura a respeito do assunto que estava em debate: a defesa do provedor da Santa Casa, José Antônio Fasiaben, via o Laudo Contraditório, em que afirma que a auditoria da Prefeitura foi feita com base "em ouvir dizer" e que "jogou aos quatro ventos que a Santa Casa e a sua diretoria são vilões". João Leandro foi claro: o documento apresentado pela Santa Casa não tem consistência para rebater os pontos técnicos elaborados pela auditoria contratada pela prefeitura. E foi mais além, o secretário falou que perante a justiça o provedor terá de provar o que nega. João Leandro reafirmou o compromisso do prefeito Pannunzio em agir  com firmeza na defesa do dinheiro público e que foi rápido ao intervir na Santa Casa (via a requisição no dia 20 de janeiro de 2014) para evitar um colapso no atendimento público de saúde de Sorocaba. Apesar de convidado, Fasiaben não quis dar entrevista. Aliás, esta tem sido sua estratégia: ficar calado.

    Ver comentário

    Envie um comentário

    Gostariamos muito de ouví-lo.Sinta-se a vontade para escrever sua opinião sobre esse assunto.

    Comentários
  • Eleição para a presidência da Câmara é o primeiro espinho na garganta do novo deputado federal sorocabano. Para o velho parlamentar sorocabano é só uma questão de pragmatismo

    Enviado em: 23/01/2015 17:39h - Por: Deda



    Lauro Jardim, e sua coluna Radar on line do site da revista Veja, traz duas notas hoje sobre a já polêmica eleição para a presidência da Câmara dos Deputados: Na primeira ele informa que "se Júlio Delgado não passar ao segundo turno na eleição da presidência da Câmara, alguns tucanos, como Jutahy Magalhães e Otávio Leite, não votariam em Eduardo Cunha. Entre os tucanos, há quem argumente que será mais útil ao PSDB um Eduardo Cunha magoado com o governo no plenário do que um Eduardo Cunha todo-poderoso disposto a atropelar a oposição na presidência." Na outra nota, ele informa: "A propósito, o PSDB está preocupado com a falta de pragmatismo de seus 29 novos deputados federais que tomam posse no próximo dia 1o. de fevereiro. A bancada tem 54 parlamentares. O partido teme que os novatos não aceitem votar em Eduardo Cunha em um eventual segundo turno contra Arlindo Chinaglia e acabem beneficiando do PT."
    Como é quase certo que Cunha vai enfrentar Chinaglia no 2º turno, a pergunta que fica é: Lippi (que é um dos 29 novatos tucanos) vai votar em quem? A polêmica carreira do deputado carioca, que em alguns temas está no fio da navalha e pode revelar algo ruim sobre ele, poderá mais prejudicar do que ajudar seus eleitores no futuro. Mesmo optando por atacar pedra no PT logo após ser eleito, Lippi (o novo deputado sorocabano) sabe que um apoio cego a Cunha não é fácil de engolir. Já para Jefferson Campos (o velho deputado sorocabano) que inicia seu terceiro mandato votar em Chinaglia é pragmático: o seu partido (PSD) faz parte do governo e seu cacique (Kassab) mandou.
    A eleição para a Presidência da Câmara e para os demais cargos da Mesa Diretora ocorrerá no dia 1º de fevereiro, a partir das 18 horas. A posse dos deputados será realizada no mesmo dia, às 10 horas. Até às 17 horas do dia da eleição poderá haver lançamento de candidaturas. A abertura dos trabalhos legislativos está marcada para o dia 2 de fevereiro, às 15 horas.

    Ver comentário

    Envie um comentário

    Gostariamos muito de ouví-lo.Sinta-se a vontade para escrever sua opinião sobre esse assunto.

    Comentários
  • Sorocaba parece um oásis na crise de abastecimento de água que afeta São Paulo e Rio e ganham destaque diariamente nas redes de rádio e TV. Mas quem visita a represa de Itupararanga se assusta com o baixo nível da água que abastece Sorocaba e região

    Enviado em: 23/01/2015 17:38h - Por: Deda



    A chuva das últimas semanas tem ajudado a estabilizar o nível da represa de Ituparanga, a maior reserva de água de Sorocaba, mas a situação da represa em alguns pontos assusta quem esteve no local nos últimos dias. É possível ver bacia de terra e pedras que sempre estiveram submersos em condições normais. O Saae de Sorocaba, responsável pela captação de parte da água da represa, usa da publicidade para sensibilizar o sorocabano a economizar água. Não há indicativo que o abastecimento em Sorocaba corra algum risco e a assessoria da autarquia deixou isso claro em recente entrevista ao Jornal Ipanema. A ainda é que preciso chover mais para que a perda de água provocada por quase um ano de estiagem na região possa recuperar os níveis considerados normais da represa.
    Enquanto isso, nota da coluna Poder da Folha de S.Paulo informa que além da restrição da quantidade de água destinada à agricultura, já anunciada nesta semana, o governo de São Paulo pediu à Sabesp (que gerencia a água na maior parte do estado, lembrando que em Sorocaba quem faz isso é o Saae) que elabore estudos para um plano específico de contingenciamento de água direcionado às indústrias. O objetivo é revisar contratos para fornecimento de água mantidos por grandes consumidores com a estatal. A ideia do governo é incentivar, paralelamente, a adoção de práticas de reúso de água pela indústria, mas os mecanismos não foram definidos.

    Ver comentário

    Envie um comentário

    Gostariamos muito de ouví-lo.Sinta-se a vontade para escrever sua opinião sobre esse assunto.

    Comentários
  • Aleluia! Aleluia! Aleluuiiaaaaaaaa! Provedor da Santa Casa de Sorocaba resolve falar, ou melhor, escrever. São 243 páginas assinadas por um perito contábil para contestar acusações e dizer que está tudo em ordem com os gastos feitos pela Irmandade

    Enviado em: 22/01/2015 18:11h - Por: Deda



    O escândalo da Santa Casa de Sorocaba - que em janeiro de 2014 foi requisitada (uma espécie de intervenção) pela Prefeitura e que em 20 de janeiro deste ano teve essa requisição prorrogada até janeiro de 2016 - tinha um lado manco. Até agora só se ouvia os desmandos constatados por uma auditoria contratada pela Prefeitura, as acusações de crime, desmandos e corrupção do vereador Crespo contra o provedor José Antônio Fasiaben e a abertura de um inquérito civel que está em andamento para apurar todas essas denúncias. Mas faltava a fala, a contestação, do provedor Fasiaben. Eu fiz apelos aqui, na rádio Ipanema e no programa de TV O DedaQuestão, mas nada. Falei com o advogado de Fasiaben, mas a resposta sempre foi a mesma: não é hora de falar. Se passou um ano e agora vem a novidade com o Laudo Contraditório, documento que contesta os dados apresentados pela auditoria contratada pela prefeitura. Quemassina essa contestação é o perito contábil Eliseu Nunes Monteiro Martins. Não li, mas deu para perceber que Fasiaben entende que não fez nada de errado e discorda de todas as acusações que recaem contra ele.

    Ver comentário

    Envie um comentário

    Gostariamos muito de ouví-lo.Sinta-se a vontade para escrever sua opinião sobre esse assunto.

    Comentários
  • Presidente da OAB-Sorocaba tem o nome ventilado dentro do PT para ser o candidato a prefeito do partido na eleição do ano que vem

    Enviado em: 22/01/2015 18:08h - Por: Deda



    Alexandre Ogusuku é advogado, professor na Faculdade de Direito e presidente da sub-secção local da OAB. Aliás, a única eleição que disputou foi para presidir a entidade. Ele tem vários empresários como clientes. É visto como uma das jovens lideranças da cidade e seu pai, ex-metalúrgico, perseguido político no ABC nos 70, lhe dá o crédito junto as principais lideranças sindicais de Sorocaba. Com este perfil, ele é tido como o nome ideal do PT de Sorocaba (que vem acumulando derrotas e perdendo eleitores nas últimas décadas) para ser o candidato do partido a prefeito de Sorocaba em 2016. O que anima o PT é que Ogusuku já confidenciou a amigos que tem pretensões políticas. A princípio pensava em ser candidato a vice em 2016. Se a ideia avançar dentro do PT, pderá dar casamento.
    O nome natural do PT seria do vereador Izidio, mas ninguém pensa em correr o risco de perder a eleição e Izídio ficar sem mandato. Outra voz corrente dentro do PT, Iara e Hamilton (que perderam a eleição de deputado em outubro passado) não são mais opção. É hora de renovar. O PT está buscando nomes dentro e fora da legenda. Ogusuku lidera a preferência até o momento.
    Na foto, em evento na OAB, Ogusuku e o deputado Hamilton Pereira posam para foto.

     

    Ver comentário

    Envie um comentário

    Gostariamos muito de ouví-lo.Sinta-se a vontade para escrever sua opinião sobre esse assunto.

    Comentários

    Fotos da semana

    Busca no blog

  • Pesquisar